20 de março de 2017

Resenha: Monstros, fantasmas e anjos


Sempre gostei muito de livro de fantasia, aqueles que vêm embolado com um mistério e me deixa cheia de curiosidade para desvendar até chegar à última página. E é por esse motivo que Monstros, fantasmas e anjos do autor João Elias veio paras na minha estante. ♥

Mas antes de dizer o que eu achei exatamente da obra, vamos a story-line:
“O livro conta a história de Michel um garotinho do interior, que parte em busca de desvendar os mistérios que o rodeiam. De repente Michel, com poucos 10 anos, vê-se avizinhado do horror: um monstro passou a morar ao lado do seu aposento. Além disso, enfrentou outros desafetos. Entretanto, o destino foi mais cruel à monstruosidade do que o monstro com ele, seu momento mais aterrador.” 

Veja bem, não quero fazer uma critica negativa, mas não quero deixar de ser sincera com os leitores aqui do blog. E isso significa que temos um problema aqui. Oh céus, então escolhi ser sincera, apesar de tudo. ♥

Então, lá vai... Eu preciso muito dizer que esse livro tinha tudo para ser incrível e infelizmente não foi, pelo menos pra mim. Uma aventura, um mistério, um personagem (quase) cativante. Mas, confesso que me senti um pouco enganada várias vezes durante a leitura. Porque de alguma forma a ideia da história em si era muito boa, mas na hora de passar para o papel, não foi tão legal assim.


Quero deixar claro que um ponto super positivo sobre o livro foi a criatividade do autor ao criar todos esses personagens que agitam o mundo de Michel. Porém, a construção desses personagens e enredo não fez juiz ao talento imaginativo.


Em todo o tempo de leitura que tive desse livro, eu me senti lendo e não acreditando em uma só palavra que estava sendo dita, quase sem absorção. E isso aconteceu porque existe um problema ao decorrer do livro inteiro que me fez sentir incomodada e me deixou bem insatisfeita. Estou falando sobre o autor utilizar apenas do recurso de contar uma história e não mostrar a história, pode não parecer mas existe uma grande diferença entre essas duas coisas.

Acabou que eu me senti bem desconectada com o livro, não tive uma ligação entre leitor e narrador, e acabei sentindo falta de estar envolvida. E mesmo sendo um livro bem curtinho - tem apenas 134 páginas - demorei um tempão pra terminar de ler. 


Eu não li outras obras do autor, na verdade esse livro foi o meu primeiro contato com o João Elias e não sei se todos os outros livros dele também são nesse mesmo estilo. Talvez futuramente eu dê mais uma chance, mas esse em questão me deixou um tanto frustradinha, poxa!

Mas eu acho válido cada um tirar suas próprias conclusões.
E se não deu certo pra mim não significa que não possa dar certo contigo, né non?
Então se você quiser saber mais sobre o livro,
é só entrar no site da editora Selo Jovem clicando no link e procurar por ele. ♥

28 de fevereiro de 2017

Quando as coisas não vão bem...

Dentre todas as coisa do mundo, quando o caminho para onde você está indo não te agrada mais... é porque as coisas não vão bem (ou pelo menos, não tão bem assim). E eu nem estou falando das coisas de fora, estou falando das coisas de dentro - das coisas de dentro do coração. Por causa disso, acaba tornando tudo mais complexo, mas o que não é complexo nessa vida, né?


Eu sei que você faz planos - que são de fato - milimetricamente calculados para darem certo da maneira que você imaginou. Sem erros, sem furos. Tudo vai dar certo se você seguir o seu planejamento nos mínimos detalhes. Mas o inesperado acontece, de repente um dia você acorda e se pergunta o porquê de estar fazendo tudo isso para seguir um determinado caminho.

Não é como se você tivesse outro caminho em mente e isso tudo fosse só um momento de dúvida. Não, você não está entre duas escolhas porque não se permitiu conhecer nenhum outro caminho para te deixar balançada. E na verdade, você nem se deu conta disso.

Mas não é um problema, não um grande problema pelo menos. Só que te incomoda, te faz pensar e você não encontra sentido nenhum enquanto vasculha as gavetas da sua mente. E isso acontece porque a resposta não tá na sua cabeça, a resposta está batendo mais embaixo, só que você se esqueceu de como se faz para ouvir.

E, enquanto não reaprende a escutar o seu coração você continua fazendo algo que não encontra mais sentido - embora o normal fosse deixar de fazer. Mas nem sempre é tão fácil assim, ainda mais quando aquilo foi por muito tempo a única coisa que você conhecia. É nesse ponto que começa aquela velha história que conta: “se você não sabe para onde ir, qualquer lugar serve”. E serve mesmo, mas será que se encaixa?

Bom, eu ainda não descobri a resposta para essa pergunta.
E é por isso que esse texto vai acaba no meio, incompleto.
Talvez, quando eu encontrar a resposta, eu volte aqui pra finalizar. ♥

17 de janeiro de 2017

Parceria com a editora Selo Jovem

Parceria com a editora Selo Jovem

Sou muuuito apaixonada por literatura. E isso nunca foi um segredo, ainda mais aqui no blog. ♥

Não estou falando só da atividade de leitora que eu exerço e gosto tanto, mas também resenhar e compartilhar que me fazem muito feliz - principalmente a parte de fotografar. Eu sinto que é como juntar todas as coisas que eu gosto em uma só coisa. Ai chega fico suspirando de pensar nisso! haha

Recentemente a editora Selo Jovem abriu parceria com blogueiros, e acabei me inscrevendo para tentar. E para a minha grande surpresa (!) o Seis Mil Milhas foi escolhido como blog parceiro, isso significa que vai ter mais resenhas de livros no blog e muito mais fotos no instagram. ♥

Espero muito que vocês gostem das resenhas que serão feitas com muito amor e carinho (e empolgação também!!). E para você que ainda não conhece nada sobre a Selo Jovem, vou deixar aqui um release para você conhecer um pouquinho mais e entender do que to falando...


História da Selo Jovem:

A Selo Jovem é uma ideia formada entre amigos escritores. O objetivo é publicar obras com 100% de qualidade literária, sem pressa e trabalhando duro na revisão dos textos. Contam com ótimos profissionais: diagramadores, revisores, capistas, design e uma gráfica de qualidade.

Foi fundada no mês de março 2013. Preparados para ingressar nesse mercado, deram os primeiros passos e publicaram seus primeiros livros. Entre os títulos estavam: "Memórias do Fantasma Atormentado", "Os livros de Esteros", "Graham", "Sereia Negra" entre outros. Como toda empresa estreante, tiveram problemas com preços, qualidade e prazos, mas jamais desistiram e continuaram trabalhando a fim de ganhar experiência e amadurecer a cada dia.

Hoje, contam com 40 títulos publicados. Recentemente, adquiriram gráfica própria e passaram a produzir os livros internamente. Seus profissionais obtiveram experiência e aprenderam a trabalhar de maneira simples e objetiva. Constantemente contratam profissionais na área de revisão e buscam por novos trabalhadores nas áreas de marketing e traduções.

Além de um quadro profissional totalmente renovado, firmaram contrato com os correios e os títulos recebem frete fixo para todo o território nacional. Seus livros possuem a mesma qualidade de outras editoras: todos os livros são costurados e colados; utilizam papel pólen bold; as capas são impressas em papel supremo e cartão triplex, nas medidas 14 x 21 cm, 16 x 23 cm e 12 x 17 cm.

Apesar de novos no mercado, são conhecedores das dificuldades encontradas no Brasil, tanto para escritores quanto para editores.

Qualquer dúvida por favor me enviem um e-mail. Caso queiram postar alguma capa e informações de uma determinada obra, os sites da editora são: 

Editora selo jovem:

Selo Talentos da Selo Jovem:

15 de janeiro de 2017

Testei Batons da Revendedora i9

Revendedora i9
Essa semana eu tive uma surpresa boa. Sabe aquele amigo que conhece o teu trabalho e te indica para outro amigo que procura por esse trabalho? Foi assim que eu acabei conhecendo a Camila, que é revendedora de produtos i9 Make. E juntas combinamos de trazer pra vocês um pouquinho sobre alguns produtinhos que ela faz a revenda para assim vocês conhecerem mais sobre o trabalho dela. ♥

Se você ainda não conhece, a i9 é uma marca de cosméticos e também produtos de beleza. Eles tem uma linha bastante diversificada, pois além de maquiagem também tem  produtinhos de bem estar, saúde e até mesmo perfumes. Maaaaas como eu adoro uma maquiagem, achei que seria muito mais a minha cara trazer pra vocês um pouquinho dos batons que a Camila me mostrou. 

Revendedora i9
Eu provei quatro tons de batons totalmente diferentes um do outro, respectivamente foram as cores: 
04 Capuccino, 05 Nude Rose, 11 Vinho Absoluto e 15 Ruby.

E a única coisa que eles têm em comum é que todos são cremosos ao aplicar, com uma cobertura bastante pigmentada, duram muito tempo e quando secam ficam matte. E eu adorei (tanto) isso, não preciso me preocupar com a transferência do batom para copos e guardanapos ou ter algum cuidado especial para não sujar minha roupa sem querer - confesso que já passei muito por isso.

Então, se você estava a procura de batons mais ou menos nesse estilo e ficou interessada em conhecer mais dos produtos da i9, você pode entrar em contato com a Camila. A Camila é daqui do ABC Paulista e prometo que ela é um amorzinho e vai pode tirar todas as suas dúvidas. ♥

Contatos da Camila....
Facebook: Camila Cordioli
Whatsapp: (11) 99991-0176
E-mail: camilagcordioli@gmail.com
© SEIS MIL MILHAS - 2014. ♥ Todos os direitos reservados.
Criado por: SARAH LYNN. ♥ Tecnologia do Blogger.