1 de julho de 2015

Meu Feliz Aniversário e Outras Coisas...

(Fotografia por Thamy Poli)
Se hoje eu parasse para analisar tudo o que aconteceu comigo desde o meu último aniversário - ou até mesmo na vida toda -, eu teria que dar um longo suspiro e admitir que este tempo todo foi cheio de imprevistos. Com toda a certeza do mundo, se eu fosse definir a minha vida seria com a palavra imprevisto. Só que de alguma forma isso é uma coisa boa. Afinal, foi desse jeito que eu descobri o que eu queria para mim, e o que eu definitivamente, não queria. Encontrei pessoas novas, essas quais que eu vou carregar comigo por um longo caminho. E aquelas pessoas que eu já carregava comigo, continuam no meu coração. Deixei que minhas emoções tomassem conta de mim completamente. E não, não aprendi a controla-las porque isso é uma coisa que exige muito treino. Confesso que não sou boa nisso, tanto em treinar como controlar minhas emoções. Mas ao longo deste ano, aprendi que ser ansiosa e neurótica é um dos meus piores defeitos. E que ser persistente, enxerida e leal eram as minhas qualidades que mais me trouxeram coisas boas. E quanta coisa boa! Também percebi que eu adorava ter 18 anos e todas as músicas que falavam sobre essa idade faziam total sentido para mim. Talvez algora não faça mais, será? Bom, só sei que de uma coisa eu tenho certeza que é que eu conheci Deus de novo, e voltei para os braços dele. Descobri o verdadeiro significado da palavra amor e de distancia também. Conheci a dor de ambos e caramba como isso é agonizante! Realizei o sonho mais impossível que eu tinha dentro de mim e do meu coração e o meu ídolo deixou de ser ídolo para ser alguém que eu conheço. E também comecei a planejar o meu futuro, aquele que não passava de um borrão incerto. Escolhi a profissão que eu queria para o resto da minha vida e hoje me vejo sendo alguma coisa. Cometi muitos erros, claro que cometi. Eu mesma sei que cometi. E o pior deles foi ter esperado esperando. Ao invés de esperar vivendo. Mas também acertei em algumas vezes. E nesse momento, estou aprendendo e moldando a pessoa que eu quero ser e vou me orgulhar um dia. E foi em apenas um ano que eu percebi que deixar de ser criança não era tão ruim assim. E tudo o que eu posso oferecer agora que apaguei as velinhas e estou com 19 anos é a minha gratidão! ♥

4 comentários:

  1. Ah, feliz aniversário atrasado! Se eu tivesse descoberto seu blog ontem, teria dado tempo kkkkk Meu desejo é que suas 6 mil milhas virem 5 mil, 4 mil... até um dia vc realizar seu sonho da costa oeste dos EUA. (lendo rápido o "sobre")
    O que acha de fazer aniversário nas férias? Eu sou de 22 de janeiro e já não ligo mais para a data, pq são pouquíssimas pessoas que se lembram º3º

    Bjins!
    - May A.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah Maíra, não se preocupe. O meu post de aniversário veio atrasado também, na verdade faço no dia 28 de junho. Mas fiquei sem computador e só pude postar ontem! E muito obrigada linda, sério mesmo. <3 Na verdade não ligo muito, não sou muito fã do meu aniversário e não sei responder mensagens de parabéns, deu para notar né? hahaha Acho até melhor que seja nas ferias, tanto que só levei uma vez ovada na vida! haha

      Excluir
  2. feliz aniversario atrasado linda ^^

    Com carinho, Hina | Aishiteru em Contos |

    ResponderExcluir

© SEIS MIL MILHAS - 2014. ♥ Todos os direitos reservados.
Criado por: SARAH LYNN. ♥ Tecnologia do Blogger.