27 de agosto de 2015

5 Coisas que Aprendi em Transição Capilar!

(Imagem de Thamy Poli)
"Eu nasci com cabelo enroladinho,
um monte de cachinho na cachola,
Oi toin. Toin, toin, toin, toin!"

Nesse mês de agosto já faz dois meses em que eu tomei coragem, respirei fundo e passei a tesoura no meu cabelo. Deixei ele bem curtinho, na medida em que ele está completamente natural. E o motivo de ter feito isso, era que eu queria ter o meu cabelo cacheado de volta. ♥

Antes de cortar tudo o que estava liso, fiquei cerca de um ano e meio em transição capilar. Para quem não sabe o que é uma transição, eu explico... Transição Capilar é quando deixamos o cabelo natural crescer sem passar nenhum tipo de química e ir cortando onde tem até ele se tornar "virgem" de novo.
E durante esse processo de transição, eu aprendi algumas coisas muito valiosas. Coisas que eu quero passar para você quer voltar a ter os seus cachinhos.

Eu gostaria muito que alguém tivesse me dito essas coisas todas que listei aqui, ou seja, é um conselho de amiga que queria ter lido essas verdades! ♥

  • Transformação: Quando eu decidi que queria ter o meu cabelo natural de volta, não foi simplesmente uma decisão que tomei. Isso era uma grande mudança para mim. E mudanças acontecem de duas formas diferentes, de dentro para fora e de fora para dentro. No caso de passar pela transição capilar, ela acontece de dentro para fora. Porque quando você percebe que não precisa seguir o padrão, você quebra um tipo de "regra" e isso é uma libertação. A libertação de que você não precisa depender da chapinha e nem se esconder da chuva para ser bonita!

  • Ter paciência: Confesso que talvez eu ainda precise melhorar muito sobre ser paciente, mas ainda estou aprendendo. Porém, até agora, eu sei que ter paciência na transição capilar é essencial. Até porquê cabelo não cresce da noite para o dia, não é? Sem contar aqueles dias que o cabelo parece acordar revoltado e sem controle nenhum e da aquela vontade louca de alisar o cabelo de uma vez. Só que mantenha a calma, tenha paciência. Você vai conseguir tem os seus cachinhos, só tente esquecer do cabelo por um instante e vá se distrair com outra coisa, como ouvir sua música favorita ou ver um filme novo no cinema.

  • Me aceitar do jeito que sou: Eu sempre tive complexos comigo mesma. Quer dizer, nem sempre. Isso surge em algum momento da vida, tem sempre um motivo. Seja por uma frustração, algum comentário, ou qualquer outra coisa que nos atinja de forma que nos faz criar esse tipo de bloqueio com nós mesmos. Não posso entrar muito nesse assunto, não sou especialista e até porquê ainda estou tentando entende-lo dentro de mim. Mas com a transição capilar aprendi que cada um é bonito do jeito que é. Sem maquiagem, sem mudanças feitas por nós para ser encaixados no padrão. Apenas sendo do jeito que somos.

  • A beleza não está no cabelo: Relacionar a beleza da mulher com o cabelo dela é outra coisa que criamos em nossa mente, que nos é ensinado por meios de sensos comuns. Essa semana ouvi a seguinte frase de um amigo muito xuxu que se encaixa nisso. "Since everything is a reflection of our minds, everything can be changed by our minds." Ser bonita não tem a ver com o tamanho, forma ou textura do seu cabelo. Ser bonita tem a ver com o que você tem dentro de você. Sabe aquela situação em que a gente acha alguém muito bonito e quando conhece melhor muda a percepção? Pois é, é exatamente disso que estou falando.

  • Cabelo cacheado dá trabalho, mas vale a pena: Muitas pessoas se enganam ao achar que cabelo cacheado é mais fácil de lidar. Eu acho que é ao contrário, sinceramente. Não tem como lidar com o cabelo cacheado, ele é incontrolavel e tem vida própria, sem falar nos seus humores que devem ser respeitados. Sempre tem uma hidratação para fazer, um produto pra testar, um jeito novo de arrumar. E quanto mais eu cuido do meu cabelo, mais eu percebo que gosto dele. E consequentemente gosto de mim. Você percebe como é esse ciclo? Não é um ciclo lindo de amor próprio?

Então se você está desanimada com a transição capilar ou pensando em passar por ela,
saiba que tem um grande apoio vindo de muitos lugares, muitos lugares mesmo.
E você pode encontrar inspirações e muitas dicas. Pode ter certeza.
E que essas lições você também vai aprender com o tempo! ♥

6 comentários:

  1. "A beleza não está no cabelo" preciso muito enfiar isso na minha cabeça, se tivesse como abri-la e enfiar um bilhetinho lá dentro, eu fazia isso. Quando meu cabelo não tá bom eu me sinto completamente feia, quando ele tá bom eu fico me sentindo uma gata, como se ele fosse o motivo de rolar um pingo de beleza em mim. Mesmo meu cabelo sendo liso natural, tenho umas neuras bizarras e tem gente que acha que não tem. Amei o seu post, parabéns pela decisão!
    irianneveloso.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Irianne, coloque isso na cabeça. Por favor, beleza não está ligado a nada que temos por fora. Até porque isso passa e vai embora. Não é todo dia que estamos com o cabelo legal, igual você disse. Ou com a pele perfeita, com a unha mais bem feita. É relativo. O que tem que estar bonito mesmo é o nosso interior. E isso reflete no nosso exterior. Pode ter certeza disso linda. Muito obrigada, viu? :3

      Excluir
  2. disse tudo haha,transição não é facil mais no final sera so alegria rs adorei o post e o seu blog,estou seguindo beijos :)

    http://deeboragalvaao.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No final tudo compensa. Awn obrigada Débora. Fiquei contente em saber que gostou! ♥

      Excluir
  3. Realmente não é nada fácil. Eu estou passando pela transição de mega hair e isso tem me ajudado bastante.

    Mas também, depois vai ser só alegria hehe.

    Beijos linda e sucesso .

    http://mamaejoovem.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu passei por ela fazendo escova, usei mega hair, fiz chapinha. E no final, o que me ajudou mesmo foi o BC, Karine. Mas isso vai de cada uma, né? Te desejo forças para continuar na transição, vai ficar mais linda ainda!
      Um beijo! :*

      Excluir

© SEIS MIL MILHAS - 2014. ♥ Todos os direitos reservados.
Criado por: SARAH LYNN. ♥ Tecnologia do Blogger.