28 de abril de 2016

Você Costumava Ser
o Meu Assunto Favorito


Era mais ou menos assim... Eu sabia que não deveria ter dito, mas escapou e quando eu me dei conta, já tinha falado. E falar de você sempre foi um hábito para mim, quase que inevitável. É como se qualquer conversa pudesse ser relacionada a você e podia de fato.

Meus assuntos envolviam o teu nome e se por consequência tinha o meu também, pronto. A conversa se tornaria longa, daquelas que duram horas. E não importa se eu ficasse tagarelando um monte de besteiras que só fizesse sentido dentro da minha cabeça, eu estava falando de você. Para mim era isso que importava.

Você costumava ser o meu assunto favorito no mundo todo, só que agora não é mais assim. Você passou a ser uma noticia fria,  assunto para final de festa ou depois de alguns copos de cerveja - e sempre citado por algum amigo meu.

Não gosto mais, falar de você dói. Só que as pessoas insistem em perguntar de você pra mim. É que eu costumava saber tudo sobre você e eu amava saber sobre todo você. Mas agora eu não tenho o que falar, e nem quero ficar analisando, dando voltas e voltas para justificar o por quê de não ter dado certo.

Isso não quer dizer que eu deixei de pensar em você, é só que não sei o que fazer com você me superando antes de eu te superar. Não quero mentir, e se existem recaídas? Ah existem, e não há nada que eu possa fazer para impedir isso. A única coisa que tem aliviado é que quando não aguento mais, eu escrevo.

E sei que não deveria escrever, mas quando eu me dou conta já fiz uma carta que nunca vou te entregar. Mas insisto em olhar o lado bom da situação, ao menos estou te transformando em histórias e as vezes em alguns versos ruins de poesia. ♥

10 comentários:

  1. "Você passou a ser uma noticia fria, assunto para final de festa ou depois de alguns copos de cerveja - e sempre citado por algum amigo meu."
    Nossa, que pesado. Mas, eu sei exatamente como é esse sentimento, muito bonito o texto!

    Xoxo :*
    www.isabelamingues.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahh mas vai dizer que não é verdade? haha
      Obrigada xuxu! :3

      Excluir
  2. Você é incrível, primeiramente.
    Eu adoro a sua escrita - volto a dizer - e estou apaixonada por esse texto.
    Eu me identifiquei com ele logo nas primeiras palavras.
    Parabéns!
    Beijos!
    Escritora por um acaso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ain magina, claro que não. Estou muito longe de ser incrível!
      Mas muito obrigada xuxu, fico feliz que tenha gostado. Fiquei sem graça agora e nem ser o que dizer, apenas agradecer. De verdade. ♥

      Excluir
  3. Menina, vou aproveitar esse texto lindo pra comentar que tudo por aqui é lindo! Parabéns pelo blog. Me identifiquei tanto, mas tanto, mas tanto com esse texto... A gente sabe que dói, mas é tão difícil parar de falar, pensar, sentir :(

    "Isso não quer dizer que eu deixei de pensar em você, é só que não sei o que fazer com você me superando antes de eu te superar. Não quero mentir, e se existem recaídas? Ah existem, e não há nada que eu possa fazer para impedir isso. A única coisa que tem aliviado é que quando não aguento mais, eu escrevo."

    Todos os dias vem o pensamento: "ah, hoje eu to pensando menos nele". Mas acho que é só uma mentira na minha cabeça... O que alivia é ver que aos poucos (bem aos poucos mesmo) o coração vai ficando mais confortado... Mas acho que é bem isso que você falou: tentar ver o lado positivo! Estamos crescendo e muito com isso... Enfim, beijão no seu coração <3

    https://loveyourglasses.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Isa, tudo bem com você? :3

      Poxa, muito obrigada por todo esse elogio e por esse comentário grandão e tão fofo. Fez meu dia um pouco mais alegre. Muito obrigada! ♥

      Eu também penso essas coisas, um pouquinho antes de vim te responder eu estava fazendo exatamente isso. E me dei conta de que parar para reparar nisso, me faz pensar nele e não funciona. :/

      Mas você vai ver que tudo passa. E logo o que você sente agora, não vai sentir mais. Pelo menor por um tempo. O mundo da voltas e quando a gente vê, já estamos amando de novo. :)

      Seja muito bem vinda aqui, e volte sempre! :*

      Excluir

© SEIS MIL MILHAS - 2014. ♥ Todos os direitos reservados.
Criado por: SARAH LYNN. ♥ Tecnologia do Blogger.