26 de abril de 2016

Faça Alguém Sorrir


Num outro dia desses, eu estava no ônibus voltando da faculdade e uma colega sentou do meu lado. Percebi na hora em que olhei para ela, que algo estava errado. Ela não estava bem, e não era no sentido de estar passando mal, mas no sentido de que tinha alguma coisa que acontecendo com ela, uma coisa que estava a deixando preocupada.

Não me pergunte o que era, eu não faço a minima ideia. Eu até cheguei a perguntar o que a minha colega tinha, mas ela insistia em me dizer que se começasse a falar sobre o assunto, ela iria chorar. E eu não sei lidar muito bem com pessoas chorando, eu choro junto!

Só que sei que para a gente conseguir ajudar a solucionar um problema, precisamos ao menos saber qual é o problema. E temos que concordar, eu gosto de ajudar e conversar sobre esse tipo de coisa. Mas respeitei a decisão da minha colega, para o alivio das nossas lágrimas.

É claro que eu não poderia simplesmente saber que ela não estava bem e agir como tudo bem. Então, deixei a minha curiosidade de lado e tive uma ideia, na hora. Não, eu não insisti em saber o problema. Se não quer me contar, tudo bem. Mas saiba que eu vou tentar te distrair. E vou tentar o máximo que eu puder.

Não tenho muito jeito para ser bobona ou brincalhona. Isso é algo um pouco difícil para mim, num geral sou bastante séria. Mas se é para fazer alguém que precisa dar um sorriso. Talvez valha mais do que a pena ser bobo. 

Então fiz isso, não me preocupei tanto comigo mesma. Respeitei a decisão de não contar nada a ninguém da minha colega. E tentei ajudar de uma maneira mais light. Sei que não resolvi o problema, de jeito nenhum. Porém, antes de sair do ônibus, ela chamou o meu nome e agradeceu por ter a feito rir. ♥

Poxa, fiquei tão feliz de alguma maneira e nem sei bem o porquê. E desde então, venho pensando nisso. Quantas formas será que existem de ajudar a melhorar o animo de alguém sem precisar se infiltrar no problema?

4 comentários:

  1. Ual, parabéns escreve muito bem, gostei muito!

    https://www.facebook.com/oshiearqui/

    ResponderExcluir
  2. eu gosto de pessoas assim sabe
    ainda mais por que eu sou assim
    eu nao procuro insistir pergunto apenas uma vez se nao quer contar tudo bem
    mas eu sempre faço alguma coisa pela pessoa uma coisa que eu gostaria que fizessem por mim
    uma vez passei por uma situação complicada e eu fiquei muito triste e nao queria contar nada a ninguem assim como nao contei
    sempre dizia para os meus amigos proximos vamos sair distrair fazer lguma coisa
    ao passo que nunca fizeram por que pra ajudar eles TINHAM que saber o problema e como nao contei recebia aquele foda-se silencioso
    desde então passei a dar valor em quem faz algo por mim quando eu estou assim da mesma forma como passei a valorizar muito mais a minha forma de fazer algo por alguem quando a pessoa está triste
    enfim... lembrei disso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também gosto de pessoas assim, exatamente pelo mesmo motivo que você. Mas percebi essa semana que tem coisas que a gente não quer falar e quando insistem, é bom. Só que é casos e casos, depende muito da situação, sabe?

      Só que entendo você, e seus amigos foram muito cruéis, desculpa dizer. Mas sou como você, prefiro não contar. Só que parece que a nossa cara entrega a gente e pronto, todo mundo sabe que não estamos muito bem. :/

      Excluir

© SEIS MIL MILHAS - 2014. ♥ Todos os direitos reservados.
Criado por: SARAH LYNN. ♥ Tecnologia do Blogger.