15 de maio de 2016

Acordei com Vontade de Falar Sobre Música

Música Nirvana Nevermind

Faz muito tempo desde a última vez em que falei sobre música aqui no blog. Faz tanto tempo que eu nem me lembro direito quando foi. Talvez essa seja a coisa mais estranha dos últimos dias, sempre falo demais sobre as coisas que eu gosto. É inevitável. Mas sobre música, eu deixei passar.

Ter deixado passar, foi um pouco proposital. É que eu realmente não gosto de dividir as músicas que escuto. Minhas músicas favoritas dizem mais sobre mim do que sobre quem as compôs. De alguma forma, acredito que dividir as músicas que mais ouço é como permitir que meu coração seja escutado, sem ser em forma de tum tum.

A música é tão importante na minha vida que talvez eu nem tenha ideia do quanto. Mas acho que da para ter uma noção pelo fato de eu não ser como aquelas pessoas que usa a música como plano de fundo para tudo o que faz. Não há problema nenhum em ser assim, eu só não consigo. Quando coloco uma música pra ouvir, eu paro tudo o que eu estou fazendo para escutar a música (e sou feliz assim ♥).

Queria conhecer outras pessoas que escutassem música dessa maneira. Olhando a minha volta, acho que não conheço ninguém que larga tudo para aperta os fones de ouvido e se deixar levar pelos acordes e letras de uma canção. Mas em contra partida, conheço muita gente que coleciona trilhas sonoras e também faço parte desse clube.

Tenho uma trilha sonora para todos os momentos da vida, para todas as pessoas que conheço, para todos os momentos que eu imagino viver um dia. E olha, pode passar um tempão, se eu ouvir aquela música que em algum momento foi parte da minha história, posso apostar de olhos fechados que até o sentimento vai rebobinar dentro de mim.

É engraçado como mexe comigo, como mexe muito comigo. E como adquiri um carinho especial e possessivo com as músicas que são minhas prediletas. Mas no final das contas, sei que muita coisa na minha vida foi tudo pela música. Sei que soa maior poético, mas na verdade a música sempre torna tudo mais interessante.

Você também tem esse carinho todo pelas músicas que você escuta?
Se tiver, deixe aqui nos comentários para a gente dividir as experiências! ♥

12 comentários:

  1. Olá lindona. Como vai?
    Eu sou apaixonada por música, também não coloco muita coisa relacionada a música nos meus planos de fundo.
    Gosto muito de apreciar as letras e a sintonia deitada no meu quarto, relaxar e parar para escutar e pensar na vida. Cada música nos lembra um momento (pelo menos comigo rs)
    Acho que estou falando demais.
    Amei o blog.
    Beijos.

    www.meumundosecreto.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá xuxu, eu vou bem e você? :)

      Ai que delicia, eu também adoro fazer isso. Também gosto de ouvir música quando estou no ônibus indo para a faculdade. Fico olhando as ruas passando enquanto ouço a trilha sonora da minha vida. Me da uma paz que nada mais no mundo me da. ♥

      E magina, não está falando demais não. hahaha
      Fico feliz que tenha gostado. Um beijão! :*

      Excluir
  2. Eu me sinto assim tb com a música, morro de ciúmes das músicas que me tocam. Sou daquelas que gosta de se imaginar num filme com trilha sonora e tudo kkkk pra cada momento da vida heheh.
    Beijos,

    Amanda
    www.talesandtalks.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awn finalmente alguém que se parece comigo nesse sentido. ♥ Eu também me imagino num filme, e é cada trilha sonora! hahaha

      Excluir
  3. Eu super, ultra, mega tenho ciúmes das minhas músicas prediletas. Gente, achei que fosse só eu que tivesse a preferência de generalizar quando me perguntam: Quais são as músicas que mais gosta?

    Justamente por isso, por elas, como acontece com você, dizerem muito sobre mim. É como se fosse um diário dos meus sentimentos escritos por outra pessoa. Nossa foi até bem filósofa essa frase hahaha

    E outra, eu também consigo rebobinar sentimentos e momentos com as músicas que escuto, esses dias mesmo estive fazendo isso... é incrível como sua mente não recorda com transparência se lembrado de uma forma despretensiosa, mas consegue recordar até de cheiros quando a gente lembra através de uma música.

    Música é intenso, é bom, faz bem, traz o bem... eu não consigo fazer nada sem música.

    Amei saber que não sou a única que é meio estranha com isso de música haha

    Grande beijo!

    Sonhos na Bolsa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh eu faço isso também. E tipo, é muito raro eu mostrar alguma música que eu gosto muito para algum amigo. Quando mostro, peço até segredo. Acredita nisso? hahaha

      Música é uma coisa esquisita, né? Se você parar para pensar um pouquinho sobre o assunto, vai perceber que o negocio é super importante na vida da gente. ♥

      Awn, magina. Estamos super juntas nessa! :3

      Excluir
  4. Trilha sonora? Sempre, principalmente quando tenho que andar de ônibus! Hahah
    E essa unha combinando com o encarte do Nirvana? *-*

    Cá entre nós, miga!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que o ônibus atrai a gente para uma viajem de imaginação e fones de ouvido! ♥ Poxa, foi a minha intenção quando pintei a unha, acredita? hahaha Tudo por uma foto bacana! :3

      Excluir
  5. música é a paixão da minha vida e minha motivação para voltar a escrever. meu sonho é ser jornalista musical, então ler, pesquisar e, principalmente, ouvir consome boa parte do meu tempo. é o que me salva em diversos momentos e o que me proporcionou as melhores amizades nos últimos anos.

    caí no seu blog sem querer e me apaixonei por aqui <3
    beijos!

    biuti

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Beatriz, aproveite esse gás e essa paixão que a música te dá. Acho que a melhor coisa que a gente pode fazer das nossas vidas, é arrumar um trabalho que nos dê prazer. Afinal, já temos que trabalhar por obrigação, então que seja com algo que se ame. ♥

      Fico muito feliz que você tenha gostado, é bem vinda sempre! :)

      Excluir
  6. Sou apaixonado por músicas, e inclusive esse cd que está em suas mãos me fez companhia durante grande parte da minha adolescência. "Nevermind" sempre esteve presente entre um "Ramones" ou outro. Desde essa época carrego essa coisa louca que é parar para apreciar um álbum que considero muito bom... Com o tempo só mudei o estilo, hoje eu piro um pouco mais ouvindo um Tom Zé...

    Excelente post...

    bjss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele também me fez muita companhia, embora agora não seja um álbum que eu escute frequentemente. Apenas quando estou com muita vontade. Eu confesso que acho a melhor coisa do mundo tirar um tempinho para ouvir música, renova minhas energias. ♥ Mas te entendo perfeitamente, eu também tenho mudado meu gosto música e preferido coisas mais leves ultimamente.

      Fiquei feliz em te ver aqui, um beijão! :*

      Excluir

© SEIS MIL MILHAS - 2014. ♥ Todos os direitos reservados.
Criado por: SARAH LYNN. ♥ Tecnologia do Blogger.